14/09/2011

ADMIRÁVEL MUNDO NOVO


Viajar, como tudo na vida, é um exercício de eterna descoberta. Basta dar um passo ao lado, um pequeno passo, olhar para as coisas de outra maneira, procurar novos ângulos, pontos de vista e... zásss! Muda tudo. Tudo é novo. O mundo inteiro.

Até coisas tão simples quanto... batatas.

Ao chegar à zona residencial onde ficava o meu apartamento, encontrei uma coisa inédita: os jardins estavam cheios de pequenas chaminés, uma imagem estranha, algures entre um cemitério e uma plantação de cogumelos de metal.

Junto às chaminés, reparei nuns alçapões. Coisa estranha.

Serão bunkers para as pessoas se esconderem em caso de guerra?, pensei. Sei lá... Guerra Fria... paranóia... estou em território desconhecido, sabe-se lá que manias.

E quando finalmente esclareci as dúvidas com o Konstantin, aprendi que uma vez abertos, estes alçapões dão acesso a uma espécie de dispensa, onde as pessoas guardam batatas, outros vegetais e alguns mantimentos, que encontram debaixo de terra condições favoráveis a uma mais longa preservação. No campo, onde as pessoas ainda vivem em casas com jardins, cada família tem a sua "dispensa" no respectivo terreno. Mas nas cidades, com o proliferar dos prédios, não há hipótese para tal... e assim encontram-se estes "cemitérios" de dispensas nos terrenos à volta dos edifícios.

É disto que eu gosto, no viajar. Descobrir estas pequenas diferenças, estes insólitos que marcam as culturas, as pessoas, o ser-se como se é.

Ficam as fotos.





4 comentários:

catarina.com disse...

:O brutal! se adaptar e fizer o mesmo em Portugal, será que vem a ASAE dizer que não posso!?

Clara Amorim disse...

Verdadeiramente insólito, sem dúvida...!

Anónimo disse...

Diferente mesmo...
Bjs Tia Guida

LV disse...

Viajar, como tudo na vida, é um exercício de eterna descoberta. Basta dar um passo ao lado, um pequeno passo, olhar para as coisas de outra maneira, procurar novos ângulos, pontos de vista e... zásss! Muda tudo. Tudo é novo. O mundo inteiro.
- bela frase para descrever o que parece tão simples: VIAJAR