23/09/2014

NO TEMPLO DE KARNAK

Dedicado à trindade de deuses Amun, Mut e Khonsu, o Templo de Karnak tem cerca de quatro mil anos e foi um dos mais importantes centros de peregrinação do Egipto durante dois mil anos. O seu nome original era Ipet-isu, que significa “o mais selecto dos lugares”.

É o segundo maior complexo religioso do mundo, depois de Angkor Wat.

Para mim este foi, entre os muitos templos e túmulos que visitámos em Luxor, o mais espectacular. E a parte mais impressionante foi a "Grande Sala Hipóstila”, com 134 colunas de 24m de altura, numa área de 5 mil metros quadrados, onde se diz que cabem a Basílica de S. Pedro, em Roma, a Catedral de S. Paulo, em Londres - e há quem acrescente a Notre Dame de Paris. Acho que com jeitinho ainda cabia lá uma Capelinhadas Aparições, em Fátima.

Já o Bom Jesus, em Braga, não sei não.

Ficam algumas fotos, que muito sinceramente não fazem justiça ao lugar. Mas é o que se consegue. ;)

























3 comentários:

sonia s. disse...

mesmo só ficando a conhecer por fotografias, aqui está algo que justifica a existência do adjetivo «monumental».

Clara Amorim disse...

Grandiosas e majestosas!!! :)

Anónimo disse...

Que espectaculo!!!!!