25/03/2007

O MERECIDO DESCANSO

Depois da tempestade, a bonança.

O ritmo de viagem finalmente acalmou. A correria pelo Rajastão e Punjab deixaram-nos de rastos, Dharamsala era mesmo o que estávamos a precisar.

Dharamsala está dividida em duas secções, com 500m de diferença entre as duas – o resultado de um terramoto em 1905, que matou cerca de 900 pessoas e destruiu TODOS os edifícios da cidade. Os britânicos, então no poder, mandaram construir Dharamsala-de-Baixo (traduzido é o que dá!), que é onde estão todos os edifícios administrativos – enfim, a parte com menos piada.

Dharamsala-de-Cima, ou como é conhecida por todos, McLeod Ganj, é o lugar onde os tibetanos se instalaram depois da ocupação do Tibete pela China, em 1959. A Índia deu asilo ao Dalai Lama, e assim o budismo regressou à sua origem.

McLeod Ganj é um dos lugares mais mágicos da Índia, um bocadinho do Tibete aqui misturado com as vacas sagradas e outros indianismos. É um espectáculo, transpira energia positiva, tem os Himalaias mesmo ali ao lado, neve no topo das montanhas, rios a correr, ar puro... sabe bem, sabe muito bem depois de toda a correria.

1 comentário:

La Cuoca disse...

Very interesting blog. kiss kiss