24/01/2013

HANOI, VERSÃO COUNTDOWN

Já estive em Hanói logo a seguir ao Tet, o Ano Novo Vietnamita. As ruas estavam desertas, nem-gente nem-motas nem-comércio nem-nada. Também marquei presença na celebração dos 1000 anos da fundação da cidade: milhares de pessoas por todo o lado, as ruas decoradas a rigor, muita cor e fogo-de-artifício, música, sorrisos - um ambiente de festa incrível. Já cá estive em vésperas do Natal: as árvores decoradas com neve arficial, miúdos e graúdos com chapéus à Pai Natal enfiados até às orelhas, luzes a piscar por todo o lado, as lojas a fazer descontos, as pessoas a fazer compras. Estive em Hanói na Páscoa, estive em dia de futebol, durante a visita de presidentes estrangeiros, em semana de congresso do Partido, na época dos casamentos, até no Halloween... mas nunca tinha visto a capital do Vietname antes do Tet.

Duas semanas antes do Tet. E parece que é amanhã.

No próximo dia 10 de Fevereiro, os vietnamitas celebram, juntamente com os chineses, a passagem para um novo ano. Acaba o ano do Dragão, começa o da Serpente.

E não são quase a mesma coisa?, dirão alguns.

Segundo alguns astrólogos, estes dois anos são quase opostos, em termos de simbologia. Enquanto que 2012 foi um ano marcado por um estilo mais combativo e "directo", o que aí vem exige mais flexibilidade e paciência para vencer obstáculos e alcançar objectivos.

E parece que essa "agressividade" está a "queimar os últimos cartuchos". O trânsito hoje esteve particularmente frenético, nunca a expressão "colmeia" se assemelhou tanto à imagem real daquilo que pretende simbolizar.

Mas foi um dia giro. Foi um dia às voltas, a tentar redescobrir este lugar a que já estou habituado, com o meu amigo e "boss" Tiago Costa. E a preparar o terreno para mais um grupo da Nomad.

E por falar nisso: é Hanói em contagem decrescente para o Tet, e eu para mais uma edição da Indochina. Temos tanto em comum, eu e esta cidade. ;)

3 comentários:

Clara Amorim disse...

Sabes que aqui, nesta tua crónica, também conseguimos sentir todo esse frenesim???
E trata bem o "big boss"!!!

Jorge disse...

Um post muito instrutivo para quem não tem poder para viajar! Eu que sonhe!... como diria Almada Negreiros!

Filipe Morato Gomes disse...

Não sei muito bem porquê, mas tenho um certo fascínio pelo caos de Hanói... :)