03/01/2016

E DE REPENTE É 2016

Dois meses... sem escrever nada no blog? Parece mentira mas é verdade.

Passa a correr. E de repente, quase sem se dar por isso, soam dozes badaladas e dou por mim a abraçar amigos e a desejar um "Feliz Ano Novo", e ponho-me a fazer contas às geografias e as às histórias, ao ano que passou, ao que agora começa... e eis passaram dois meses desde a última vez que publiquei fosse-o-que-fosse. Dois meses!

Há muito que não estava tanto tempo sem escrever. E não é porque não tivesse nada para partilhar - muito pelo contrário. Mas é o que já se sabe: entre cansaço e preguiça... passa a correr.

Por onde começar?

Estou em Portugal. Vim "de surpresa", sem avisar ninguém, para passar o Natal com a família. Mas do último post, escrito no Vietname, até este momento em que me sento às voltas com matemáticas e geografias, em Lisboa, passaram-se vários lugares e aventuras:

- primeiro Hué, Saigão, Phnom Penh, Bangkok, Vang Vieng e Luang Prabang com o grupo da Indochina;

- depois uma subida de barco no Mekong, com amigos, de Luang Prabang até à fronteira do Laos com a Tailândia;

- um festival de lanternas, uma aula de culinária e passeios vários em Chiang Mai;

- e ainda a descoberta daquele que se arrisca a tornar-se um dos meus lugares preferidos por estas bandas: Pai.

Depois dos dias de férias no norte da Tailândia, passei então à Birmânia. Recebi mais um grupo de viajantes Nomad em Yangon e embarquei em mais uma edição da viagem que organizo com a agência:

- visitámos a Rocha Dourada e fomos de comboio até Mandalay, que explorámos de mota;

- descemos o rio Irrawady de barco, até Bagan, onde aluguei e-bikes para melhor passearmos entre templos e ruínas daquele que é um dos lugares mais fascinantes do Myanmar;

- subimos o Monte Popa, deslumbrámo-nos com o Lago Inle num dia inteiro a passear de barco... e ainda visitámos a gruta-templo de Pindaya, no regresso a Mandalay.

Quase dois meses: passa a correr. Tantas histórias, curiosidades, imagens e momentos inesquecíveis. A ver vamos, o que consigo aqui partilhar.

Ano novo: vamos lá a animar, então. Dois meses sem "tocar" no blog é demasiado tempo. Hoje volto ao ritmo "do costume". Estejam atentos. ;)

4 comentários:

Clara Amorim disse...

Ora viva! Aleluia!!!
Dois meses foram uma imensidão por aqui...!!!
Novo ano, novas crónicas? Estou p'ra ver... ;)
Happy 2016!

andreia disse...

foi demasiado tempo para quem entre viagens se alimenta das viagens de outrém! :)
boas aventuras!

Joaninha disse...

Finalmente!!! Já tinha saudades dos teus post e fotos! beijinhos

Anselmo Pinheiro disse...

Dar uma voltar pelo mundo é um dos meus sonhos.
Por agora vou-me contentando com pequenas voltas pelo interior de portugal descansando em casas de Turismo Rural
Boas viagens