06/06/2014

E POR FALAR EM JANTAR...

Como já expliquei, ontem andei quilómetros - em vão - e acabei por não comer no KFC. Sem copos do Ronaldo não há frango frito para ninguém ;)

Jantei no My My, que se lê Mu Mu... mas o jantar que quero recordar aqui não é o de ontem.

Há dois dias, quando cheguei a Moscovo, fui jantar com a minha amiga Victoria e outros amigos dela. Levaram-me a um restaurante chamado "Chaihona Nomer Odin", que traduzido quer dizer qualquer coisa como "Casa de Chá Número Um".

Faz parte de uma cadeia de restaurantes Uzbeques, se não estou em erro - e além dos chás e dos nargilés, a sensação é a comida típica da Ásia Central.

Confesso que a minha ideia era publicar um post a descrever o jantar, assim que chegasse ao hostel, mas a barriga cheia e as trocas e baldrocas do jetlag atiraram-me para a cama mais rápido do que demora a Embaixada da Mongólia a fazer um visto - e quando acordei a meio da noite, era muito tarde e já não tinha energias para escrever.

Faça-se justiça, então. No meu primeiro jantar em Moscovo, este ano, comi Mazza com Aychichuk. E podia-me ficar por aqui, mas se não traduzisse isto em ingredientes ia dar ao mesmo que não ter dito nada. Por isso cá vai:

Mazza = iscas de cordeiro fritas em molho de soja com maçã assada, coentros e ervas aromáticas.

Aychichuk = salada tradicional uzbeque com tomate, cebola branca e basílico.

E acompanhei tudo isto com um jarro de limonada com erva-príncipe e gengibre. Nada mau, hem?

3 comentários:

Clara Amorim disse...

Parece delicioso...! :)

Anónimo disse...

Deliciaaaaa

Joaninha disse...

que delicia! tb quero!