04/02/2014

SÓ NA ÍNDIA #06

Só na Índia é que um muçulmano dá o nome da Madre Teresa de Calcutá à sua loja.

Quando estava na aldeia do Kosik, fui com ele a uma óptica em Aranbag, porque precisava de arranjar qualquer coisa nos seus óculos.

Achei logo piada à loja, porque se chamava "Teresa Optics" - uma referência repetida na decoração, que tinha várias fotografias da Madre Teresa de Calcutá. Mas como estávamos no West Bengal (o estado do qual Calcutá é capital), nem estranhei muito. A Madre Teresa é uma referência incontornável por aqui.

A surpresa aconteceu quando, em conversa com o empregado (que estava todo contente por falar com um estrangeiro), este pergunta-me o nome. Apresento-me e estendo-lhe a mão, ao que ele responde:

"Chamo-me Hamid."

Hamid? Mas isso é nome de muçulmano, pensei.

E era mesmo. Explicou-me que o pai - o dono da loja - tinha uma admiração enorme pela Madre Teresa, e que decidiu homenageá-la assim.

E esta, hem?

Pouco depois, fomos a uma clínica para levantar uns raio-X que o Kosik tinha feito na semana anterior. Adivinhem o nome da clínica... ;)




2 comentários:

Joaninha disse...

Madre Teresa merece!

Clara Amorim disse...

E a Índia continua a surpreender!!!