30/03/2010

ESTÁ DESTA COR, O VIETNAME




O céu está carregado de nuvens e as temperaturas estão muito mais baixas do que aquelas que apanhei na semana passada, no Cambodja. Choveu em Danang, anteontem. Aqui em Ninh Binh, durmo com endredon e nem me atrevo a ligar a ventoinha. Que bem que sabe o duche quente. Saio à rua de camisola. Alguém tem um saco de água quente a mais que me envie para Hanói?

Os campos de arroz estão tão verdes que quase dói, só de olhar. Por todo o lado água, à minha volta sorrisos desdentados de pessoas que não falam inglês, chapéus de cone que escondem olhares tímidos – é bom voltar ao Povo do Sul.

2 comentários:

sofia disse...

Dói só de lembrar!
Que texto pequenino tão delicioso.
Saudades.

João Almeida disse...

Eu fui noutra altura (e eu andei a maior parte do tempo pelo norte) mas era de tudo de um verde de queimar os olhos